Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - domingo, 14 de julho de 2024

Banco Central revela que 7 bilhões de reais, do "dinheiro esquecido nos bancos", continuam à disposição dos seus donos. A maior parte tem 10 reais. Saiba o que fazer

Sexta 09/06/23 - 19h11

O Banco Central divulgou que mais de R$ 7 bilhões ainda podem ser resgatados por pessoas físicas e empresas no Sistema de Valores a Receber, que mostra o dinheiro "esquecido" por clientes em instituições financeiras.

A maior parte dos beneficiários deverá receber até R$ 10.

A consulta está disponível desde março para empresas e pessoas físicas.

Segundo o Banco Central, o sistema possui cerca de R$ 5,68 bilhões em valores a receber para 36,1 milhões de CPFs e R$ 1,39 bilhão que ainda podem ser resgatados por 2,75 milhões de CNPJs.

A maioria dos resgates, quase 63%, corresponde a valores de até R$ 10, totalizando 27,71 milhões de pessoas.

A segunda maior parcela, equivalente a 11,15 milhões de pessoas ou 25%, possui valores entre R$ 10,01 e R$ 100,00 esquecidos.

Desde o ano passado, o Banco Central já devolveu R$ 3,93 bilhões a pessoas físicas e empresas.

A maior parte desse valor, R$ 2,94 bilhões, foi resgatada por 13,47 milhões de brasileiros, enquanto outros R$ 984,5 milhões foram devolvidos a 493.146 CNPJs.

Para consultar e resgatar os valores esquecidos, é necessário acessar o site https://valoresareceber.bcb.gov.br.

A consulta está disponível desde março e é importante destacar que os valores serão liberados apenas para aqueles que fornecerem uma chave PIX para a devolução.

Caso não tenha uma chave cadastrada, é necessário entrar em contato com a instituição para combinar a forma de recebimento ou criar uma chave e retornar ao sistema para fazer a solicitação.

No caso de valores a receber de pessoas falecidas, é preciso ser herdeiro, testamentário, inventariante ou representante legal para consultá-los, além de preencher um termo de responsabilidade.

Após a consulta, é necessário entrar em contato com as instituições nas quais há valores a receber e verificar os procedimentos necessários.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais