Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - quinta-feira, 20 de junho de 2024

Dallagnol deixa a Câmara afirmando que sua cassação foi por acões que tomou, no Ministério Público, para colocar corruptos debaixo da lei

Quarta 07/06/23 - 7h29

O ex-procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol, que teve seu mandato de deputado federal cassado pela Câmara dos Deputados, criticou a Câmara por ter aceitado a decisão do TSE, alegando que a Casa se curvou à criação de leis pelo Poder Judiciário.

Dallagnol afirmou que irá lutar pelos votos que recebeu nas eleições e que honrou seus eleitores, destacando que não se curvou aos poderes e não fez acordos imorais.

Ao deixar o Congresso, declarou que não foi cassado por crimes ou corrupção.

Afirmou que a cassação ocorreu devido às ações que tomou enquanto estava no Ministério Público, ao colocar corruptos sob a lei pela primeira vez.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais