Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - quinta-feira, 20 de junho de 2024

Defesa dos Estados Unidos diz que guerra por Taiwan seria "devastadora", inclusive para a economia global. Mas nega que seja iminente e inevitável

Sábado 03/06/23 - 14h23


O Secretário de Defesa dos Estados Unidos, Lloyd Austin, afirmou que uma guerra por Taiwan seria devastadora e teria impactos na economia global.

Ele fez a declaração durante a cúpula de segurança Shangri-La Dialogue, em Singapura, como um sinal de apoio dos EUA à democracia em Taiwan.

Austin enfatizou que o conflito não é iminente nem inevitável e que é importante manter a dissuasão forte.

Ele ressaltou que a paz e a estabilidade no Estreito de Taiwan são de interesse global, uma vez que afetariam as rotas marítimas comerciais e as cadeias de abastecimento globais.

Após a fala de Austin, o tenente-general do Exército de Libertação do Povo Chinês, Jing Jianfeng, criticou os comentários e acusou os EUA de tentarem consolidar a hegemonia e provocar confrontos.

No mesmo dia, navios de guerra americanos e canadenses navegaram pelo Estreito de Taiwan, em uma ação rotineira de acordo com o direito internacional.

As declarações de Austin ocorrem em um momento de tensão nas relações entre os EUA e a China, e ele expressou preocupação com a falta de comunicação e engajamento mais sério por parte da China.

Austin reafirmou o compromisso dos EUA em apoiar seus aliados na região e defender seus direitos, destacando a prontidão militar dos EUA no Indo-Pacífico. A reação da China a esses posicionamentos ainda é aguardada.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais