Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 23 - domingo, 22 de maio de 2022

Ex-jogador Robinho - em decisão que não mais pode ser contestada - é condenado a 9 anos de prisão, pela Corte de Roma, por estupro. No Brasil, chance de ser preso é mínima

Quarta 19/01/22 - 12h26

A Corte de Cassação de Roma, que é a última instância da justiça na Itália, determinou nesta manhã que o atacante Robinho, que foi da seleção brasileira, está definitivamente condenado a nove anos de prisão por violência sexual cometida contra mulher albanesa.

O caso foi na na boate Sio Café, em Milão, na madrugada do dia 22 de janeiro de 2013.

O jogador brasileiro não esteve na audiência, que durou 30 minutos. Os juízes concluíram tudo em 30 minutos. Não há mais recursos contra a condenação.

DIVERGEM

Especialistas brasileiros divergem se Robinho chegará a ser preso no Brasil depois de condenado na Itália.

Ele foi condenado por participar de estupro coletivo contra jovem albanesa de 23 anos em boate em Milão, em 2013.

No Brasil, Robinho não pode ser extraditado - por ser brasileiro, e por nao haver este acordo com a Itália - dizem os especialistas.

Robinho só poderia ser preso se saísse do Brasil por vontade própria para um dos países em que há pacto de reciprocidade com a Itália

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais