Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 23 - domingo, 23 de janeiro de 2022

"Estamos entrando em uma fase de risco maior", diz Portugal, que voltará a limitar o ingresso de pessoas no país por causa da nova onda de covid. Variante africana assusta muito

Sexta 26/11/21 - 5h24

Portugal restabelece restrições contra covid-19 com alta de casos

País tem uma das maiores taxas de vacinação do mundo


Portugal, que tem uma das maiores taxas de vacinação contra a covid-19 no mundo, anunciou que irá retomar as restrições para conter uma disparada no número de casos da doença, e passará a exigir que todos os passageiros chegando ao país apresentem um teste negativo para o coronavírus ao entrarem no país.

"Não importa o quão bem sucedida foi a vacinação, precisamos estar cientes de que estamos entrando em uma fase de risco maior", disse o primeiro-ministro, António Costa, em uma entrevista coletiva nesta quinta-feira.

"Nós temos visto um crescimento significativo (de casos) na UE, e Portugal não é uma ilha", acrescentou.

Portugal registrou 3.773 novos casos na quarta-feira, o maior número diário dos últimos quatro meses, antes de cair para 3.150 na quinta-feira. As mortes, no entanto, continuam bem abaixo dos níveis vistos em janeiro, quando o país enfrentou sua batalha mais dura contra a covid-19.

Cerca de 87% da população de Portugal de pouco mais de 10 milhões de pessoas está completamente imunizada contra o coronavírus, e o rápido programa de vacinação do país, que foi amplamente elogiado, permitiu a suspensão da maioria das restrições impostas na pandemia.

Mas, enquanto uma nova onda pandêmica varre a Europa, o governo introduziu algumas das regras antigas e anunciou outras novas para limitar a propagação da doença no período que antecede as festas de final de ano. As medidas entram em vigor a partir da próxima quarta-feira, dia 1º de dezembro.(Agência Brasil)

***

Uma nova variante do coronavírus entrou na lista de preocupações dos europeus.

A nova variante surgiu na África, ainda não chegou efetivamente à Europa, mas já há países anunciando que vai fechar a chegada de pessoas do continente africano.

Médicos da África do Sul identificaram a nova variante do COVID-19, com um número “muito incomum” de mutações.

Os cientistas temem que a nova variante leve a outra onda de casos — a variante é a B.1.1.529 e foi encontrada em Botswana, África do Sul e Hong Kong.

Já tem mais de 30 mutações.

Apesar da pouca quantidade de contaminados identificados, o alerta mundial se dá porque as mutações foram vistas na parte do vírus — uma proteína — que se liga às células humanas, justamente o alvo das vacinas e dos tratamentos com anticorpos.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais